domingo, setembro 30

* Nove meses depois....






Mais de 44 *(46!) mil acessos, nos 27 estados brasileiros e mais de 300 *(410) visitas de N.A.(?)..rss, 55 *(56) países distribuidos nos 5 continentes, 280 *(285) postagens, 415 *(420) comentários publicados, 727 impublicáveis..rss, 18 *(19) seguidores, alguns novos amigos, saudades de outros (amigos) que por cansaço ou desistência não aparecem mais, essa blogueira insana constata que o Energia Paulistânica foi muito mais longe do que poderia supor, nesse espaço despretensioso, sem estilo, sem a preocupação de ser autoral ou divulgar o que de interessante encontra por ai, mas sempre respeitando o direito de propriedade intelectual...

Ninguém me pede nada e eu não prometo nada a não ser correr pra cá em todo tempo livre, agora escasso, para buscar alguma imagem ou texto que possa e queira compartilhar, me alegrar a cada visita e participação... Principalmente agradecer os visitantes amigos,  assíduos, anônimos, eventuais, antigos, novos...
Sejam sempre benvindos!
 

 
Beijos meus...

*(...) atualizações em 04 de outubro.


 

sábado, setembro 29

*Datafolha: mensalão não altera voto na capital paulista

 
 


O julgamento do mensalão não interfere no voto do eleitor paulistano, de acordo com o
último levantamento do Instituto Datafolha, que aponta que 81% do eleitorado não mudou o voto por conta do julgamento no Supremo Tribunal Federal. A pesquisa foi encomendada pelo jornal Folha de S.Paulo.
 Apenas 19% dos eleitores em São Paulo afirmaram ser bem informados sobre o mensalão, enquanto 18% disseram não ter conhecimento do assunto.
A maioria - 51% - diz que o mensalão não influencia o voto, mas 22% disseram que julgamento tem grande influência.

 PT sem grandes prejuízos

 Como o julgamento envolve antigas lideranças do PT e siglas aliadas, era de se esperar que o candidato petista, Fernando Haddad, fossem o mais prejudicado. No grupo que afirmou ter alterado seu voto por conta do mensalão - 19% do total-, 52% disseram que deixaram de votar em Haddad.

Mas não é só o candidato do PT que saiu prejudicado. Dos que mudaram de voto por conta do mensalão, 21,1% disseram que desistiram de votar em José Serra (PSDB) e 26,4% deixaram de votar em outros rivais, como Celso Russomanno (PRB) e Gabriel Chalita (PMDB). (Terra)
 
Teremos ainda muita emoção nos próximos dias!!!

sexta-feira, setembro 28

* Vieste!

 
 
Vieste
 Na hora exata, com ares de festa
E luas de prata
 Vieste
 Com encantos, vieste, com beijos silvestres
 Colhidos pra mim
 Vieste
Com a Natureza, com as mãos camponesas
 Plantadas em mim
 Vieste
 Com a cara e a coragem, com malas, viagens
 Pra dentro de mim, meu amor
 Vieste
 À hora e a tempo, soltando meus barcos
E velas ao vento
 Vieste
Me dando alento, me olhando por dentro
 Velando por mim
 Vieste
 De olhos fechados, num dia marcado
 Sagrado pra mim
 Vieste
Com a cara e a coragem, com malas, viagens
 Pra dentro de mim, meu amor.
 
 
Lenine, de novo!

E antes que me perguntem quéquéisso, eu resposto, é mulherice! Vez em quando me lembro que sou mulher, de romantismo, de coisas que aquecem a alma, fazem bem .... rsss

 

quinta-feira, setembro 27

* 2ºC de sensação térmica congela minha inspiração!





Cabo Bruno é morto a tiros um mês após sair da prisão em SP. Depois de cumprir pena, virar pastor evangélico e bla bla bla.... Muita notícia pra pouco assunto...! Se tivessem alcançado o assassino há alguns anos atrás, teríamos economizado 27 anos de hospedagem.

 

 
 
 
São Paulo vai recuperar Ganso, diz Muricy após perder seu camisa 10. Isso vai mudar a vida de muita gente!
 

A moda da cabeça de “rosquinha” no Japão. A nova moda consiste na deformação da testa, e funciona da seguinte maneira: o voluntário recebe uma injeção de uma solução com sais na fronte, até que ocorra uma elevação bem no meio da testa em forma de uma rosquinha. Que lindo isso! rsss
 

Após ser ouvido na PF, diretor-geral no Brasil é liberado, diz Google. Sei lá viu? rss
 

Agências bancárias reabrem as portas. Termina a greve! Que não deveria ter nem acontecido! Virou rotina e palhaçada, toooodo ano!
 
 
Aff.. Acho que vou hibernar! Bye, até a primavera!
 
 

quarta-feira, setembro 26

* Sampa: Sensação térmica de 6ºC!




Com sensação térmica de 6°C, SP entra em estado de alerta 

Entrada de ar frio causou garoa na manhã desta quarta-feira (26).
Tempo deve continuar frio e sem previsão de chuva na quinta-feira (27).
A cidade de São Paulo entrou em estado de alerta devido ao registro de baixas temperaturas por volta das 7h25 desta quarta-feira (26). De acordo com a Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, a sensação térmica estava em 6°C nesta manhã.
Com a declaração do estado, órgãos da Prefeitura passam a dar encaminhamento ou acolhimento a pessoas em situação de risco na cidade, caso haja chamadas. A Defesa Civil recebe a previsão meteorológica do Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo.

Previsão

 De acordo com o CGE, esta quarta começou com garoa e termômetros em torno dos 11ºC na capital paulista. Por causa do vento, porém, a sensação térmica era muito mais baixa.
A entrada de uma forte massa de ar de origem polar derrubou as temperaturas em até dez graus nas últimas doze horas. No decorrer do dia, o vento que sopra do mar deve favorecer a formação de muitas nuvens baixas e chuviscos ocasionais.
O ar frio e mais seco deve predominar nos próximos dias. Na quinta-feira (27), a manhã começa com céu nublado e temperaturas baixas, em torno dos 9ºC. O sol deve aparecer entre muitas nuvens no período da tarde. A máxima não deve passar dos 18ºC. Não há expectativa de chuva significativa. (G1)
  
Fora o desconforto da queda de temperatura rápida, Sampa acordou com a cara de Sampa. Bóra ser feliz!

 

terça-feira, setembro 25

* O tempo voa!!!



Ainda bem! Se rodasse, estaria parado num dos muitos congestionamentos das ruas e avenidas de Sampa!
 
Post para dia sem inspiração e sem tempo! Bom dia!

 

segunda-feira, setembro 24

* Deserto de Nevada, EUA. Seis milhões (reais)! Te interessa a casinha?





Sou apaixonada por arquitetura, mas quando me deparo com um projeto desses, impensável!, fico me perguntando, o que leva alguém a realizar uma obra dessas, imagine os custos e o tempo de construção, para depois descartá-la, vendê-la por um precinho até que razoável, além de uma crise financeira? Nem todos que colocam um imóvel desses à venda estão diante da necessidade de recursos, muitos, simplesmentes enjoam, cansam, o que mostra que nem sempre ter é melhor do que o desejo de realizar. O anuncio não diz quem é o dono, o que o levaria a vender essa mansão, mas aguça a minha curiosidade, me faz viajar mais do que nos tempos das histórias de fadas e dos castelos encantados...
 
 

À venda por R$ 6 milhões, mansão no deserto tem parque aquático no quintal

 
 Lista de atrativos do imóvel inclui cachoeira, gruta, quadra de tênis, adega e até elevador privativo

Segredinho feliz: quintal de casarão esconde uma gruta

 A casa está à venda por módicos R$ 6 milhões, no site AOL Imóveis.
O preço pode parecer alto, mas as fotos e a descrição do imóvel mostram que o preço pode até ser considerado um valor camarada. A piscina, por exemplo, é na verdade um rio de 6 metros de profundidade que dá a volta no quintal – uma bela aquisição para quem mora em um deserto.

 
Caso o morador se canse de nadar, pode relaxar em uma gruta escondida atrás de uma cachoeira, ou ainda descansar em um banquinho de um saloon no melhor estilo velho oeste. E o entretenimento não para por aí. A casa possui, ainda, uma quadra de tênis.

 
As medidas da casa também impressionam. São 9.245 metros quadrados, com seis quartos, sete banheiros em mármore, dois quartos gigantes e espaços de convivência enormes, incluindo uma sala de jantar que acomoda 10 pessoas. Tudo isso em um terreno de 1,5 hectares.
 

Uma garagem abriga mais de cinco veículos e lareiras múltiplas aquecem o lugar à noite. Para os amantes da leitura, há uma biblioteca com painéis em madeira. Já os adeptos a exercícios físicos terão à disposição um centro de ginástica dentro de casa. Uma adega e até um elevador privativo encerram a lista de caprichos do imóvel.
 
Um dos quartos!
 
Banheiro em mármore tem vista privilegiada. 
 
A pergunta que não quer calar é: Você compraria? E por quanto tempo seria divertido ter uma mansão dessas?
 
 

domingo, setembro 23

* O casamento do ano, quem diria?



Lançada em 2008, a série Turma da Mônica Jovem foi criada com a proposta de apresentar os personagens na adolescência e esperando atingir um novo público de leitores. Além disso, o estilo artístico das histórias era diferente dos gibis de linha, lembrando o traço do mangá.
O título rapidamente se tornou o maior sucesso da Mauricio de Sousa Produções, e gerou diversas edições e produtos derivados.
 
 
No número # 34, publicado em 2011, teve o início do namoro entre os dois personagens e que todo fã imaginou um dia.
O que não foi revelado até agora é como acontecerá esse matrimônio, uma vez que Mônica e Cebola ainda são adolescentes.
 
 
Agora é pra valer!
Na infância, eles eram dois amigos que viviam entrando em confusões que costumeiramente envolviam planos infalíveis e coelhadas. Já na adolescência, começaram a namorar. Agora, Cebolinha e Mônica viverão o maior dia de suas vidas nas páginas da edição comemorativa Turma da Mônica # 50, que será lançada este mês, pela Panini Comics.
Sim, eles enfrentarão o altar e se casarão.
 
 
 
Só nos resta desejar felicidades ao casal!

sábado, setembro 22

* Aprendi com a Primavera;

 
Aprendi com a primavera; a deixar-me cortar e voltar sempre inteira.
(Cecília Meireles)
 
 
 
Primavera
A primavera chegará, mesmo que ninguém mais saiba seu nome, nem acredite no calendário, nem possua jardim para recebê-la. A inclinação do sol vai marcando outras sombras; e os habitantes da mata, essas criaturas naturais que ainda circulam pelo ar e pelo chão, começam a preparar sua vida para a primavera que chega.
Finos clarins que não ouvimos devem soar por dentro da terra, nesse mundo confidencial das raízes, — e arautos sutis acordarão as cores e os perfumes e a alegria de nascer, no espírito das flores.
Há bosques de rododendros que eram verdes e já estão todos cor-de-rosa, como os palácios de Jeipur. Vozes novas de passarinhos começam a ensaiar as árias tradicionais de sua nação. Pequenas borboletas brancas e amarelas apressam-se pelos ares, — e certamente conversam: mas tão baixinho que não se entende.
Oh! Primaveras distantes, depois do branco e deserto inverno, quando as amendoeiras inauguram suas flores, alegremente, e todos os olhos procuram pelo céu o primeiro raio de sol.
Esta é uma primavera diferente, com as matas intactas, as árvores cobertas de folhas, — e só os poetas, entre os humanos, sabem que uma Deusa chega, coroada de flores, com vestidos bordados de flores, com os braços carregados de flores, e vem dançar neste mundo cálido, de incessante luz.
Mas é certo que a primavera chega. É certo que a vida não se esquece, e a terra maternalmente se enfeita para as festas da sua perpetuação.
Algum dia, talvez, nada mais vai ser assim. Algum dia, talvez, os homens terão a primavera que desejarem, no momento que quiserem, independentes deste ritmo, desta ordem, deste movimento do céu. E os pássaros serão outros, com outros cantos e outros hábitos, — e os ouvidos que por acaso os ouvirem não terão nada mais com tudo aquilo que, outrora se entendeu e amou.
Enquanto há primavera, esta primavera natural, prestemos atenção ao sussurro dos passarinhos novos, que dão beijinhos para o ar azul. Escutemos estas vozes que andam nas árvores, caminhemos por estas estradas que ainda conservam seus sentimentos antigos: lentamente estão sendo tecidos os manacás roxos e brancos; e a eufórbia se vai tornando pulquérrima, em cada coroa vermelha que desdobra. Os casulos brancos das gardênias ainda estão sendo enrolados em redor do perfume. E flores agrestes acordam com suas roupas de chita multicor.
Tudo isto para brilhar um instante, apenas, para ser lançado ao vento, — por fidelidade à obscura semente, ao que vem, na rotação da eternidade. Saudemos a primavera, dona da vida — e efêmera.(Cecília Meireles)
 

Cecília Benevides de Carvalho Meireles (Rio de Janeiro, 7 de novembro de 1901 — Rio de Janeiro, 9 de novembro de 1964) foi uma poetisa, pintora, professora e jornalista brasileira. É considerada uma das vozes líricas mais importantes das literaturas de língua portuguesa.
Órfã de pai e de mãe, Cecília foi criada por sua avó açoriana, D. Jacinta Garcia Benevides, natural da ilha de São Miguel. Aos nove anos, ela começou a escrever poesia. Frequentou a Escola Normal no Rio de Janeiro, entre os anos de 1913 e 1916 e estudou línguas, literatura, música, folclore e teoria educacional.
Em 1919, aos dezoito anos de idade, Cecília Meireles publicou seu primeiro livro de poesias, Espectros, um conjunto de sonetos simbolistas. Embora vivesse sob a influência do Modernismo, apresentava ainda, em sua obra, heranças do Simbolismo e técnicas do Classicismo, Gongorismo, Romantismo, Parnasianismo, Realismo e Surrealismo, razão pela qual a sua poesia é considerada atemporal.
No ano de 1922 casou com o artista plástico português Fernando Correia Dias, com quem teve três filhas. Seu marido, que sofria de depressão aguda, suicidou-se em 1935. Voltou a se casar, no ano de 1940, quando se uniu ao professor e engenheiro agrônomo Heitor Vinícius da Silveira Grilo, falecido em 1972. Dentre as três filhas que teve, a mais conhecida é Maria Fernanda que se tornou atriz de sucesso.
Teve ainda importante atuação como jornalista, com publicações diárias sobre problemas na educação, área à qual se manteve ligada, tendo fundado, em 1934, a primeira biblioteca infantil do Brasil. Observa-se ainda seu amplo reconhecimento na poesia infantil com textos como Leilão de Jardim, O Cavalinho Branco, Colar de Carolina, O mosquito escreve, Sonhos da menina, O menino azul e A pombinha da mata, entre outros. Com eles traz para a poesia infantil a musicalidade característica de sua poesia, explorando versos regulares, a combinação de diferentes metros, o verso livre, a aliteração, a assonância e a rima. Os poemas infantis não ficam restritos à leitura infantil, permitindo diferentes níveis de leitura.
Em 1923, publicou Nunca Mais… e Poema dos Poemas, e, em 1925, Baladas Para El-Rei. Após longo período, em 1939, publicou Viagem, livro com o qual ganhou o Prêmio de Poesia da Academia Brasileira de Letras.Católica, escreveu textos em homenagem a santos, como Pequeno Oratório de Santa Clara, de 1955; O Romance de Santa Cecília e outros.
Em 1951 viajou pela Europa, Índia e Goa, e visitou pela primeira e única vez os Açores, onde na ilha de São Miguel contatou o poeta Armando César Côrtes-Rodrigues, amigo e correspondente desde a década de 1940.(Wikipédia)
 
Primavera no Brasil
 A Primavera inicia às 11h49 do dia 22 de setembro de 2012. Com a chegada da nova estação, há uma mudança no regime de chuvas e temperaturas na maior parte do Brasil. Nas Regiões Centro-Oeste e Sudeste, as chuvas passam a ser mais intensas e frequentes, marcando o período de transição entre a estação seca e a estação chuvosa. Durante a primavera, iniciam-se as pancadas de chuva no final da tarde ou noite, devido ao aumento do calor e da umidade que se intensificam gradativamente no decorrer desta estação. Em algumas ocasiões, podem ocorrer raios, ventos fortes e queda de granizo. Na Região Sul, ocorrem poucas alterações nos totais mensais de chuva, sendo o regime praticamente uniforme ao longo de todo o ano. Contudo, aumenta a ocorrência de raios e de “complexos convectivos”, sistemas que provocam grande quantidade de chuva em períodos relativamente curtos. No trimestre setembro, outubro e novembro, a maior parte da Região Nordeste encontra-se na sua estação seca, exceto no sul dos Estados do Piauí, Maranhão e no oeste da Bahia. No centro-sul da Região Norte, o período chuvoso inicia-se nos meses de outubro e novembro, com o aumento gradativo das pancadas de chuva e trovoadas. Na primavera, as temperaturas aumentam gradativamente nas Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste. No Brasil Central, as temperaturas máximas podem atingir valores muito elevados em função da forte radiação solar e da maior freqüência de dias com céu claro. Contudo, neste período, ainda podem ocorrer incursões de massas de ar frio intensas e que podem causar declínio acentuado da temperatura no centro-sul do País. Nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil, há pouca variação de temperatura ao longo do ano. (INPE - CPTEC) 
Feliz primavera!
 

quinta-feira, setembro 20

* Rio Tietê! O simbolo e a vergonha maior de São Paulo


Se alguém quer falar alguma coisa horrorosa sobre São Paulo a primeira lembrança é a imundície eterna do Rio Tietê e seu fedor! Justo o bom, forte e valente Tietê, de características únicas, um rio que não corre para o mar, mas corre para o interior do estado!

Pois acabo de ler uma notícia, em vésperas de uma eleição à prefeitura, claro!, que se não "cheirasse" a mais uma promessa irresponsável, seria enfim, uma grande notícia! Vale lembrar que o Rio Tietê e seu assoreamento foi o responsável pelas enchentes na capital e cidades próximas nos últimos anos, graças aos serviços de desassoriamento que deixaram de ser feitos por três anos (impensável!) pelo governo do Estado de São Paulo. Obra no Rio Tietê, na capital, pelo que se sabe, foi a diminuição de suas margens para aumentar o espaço para fluxo de carros na Marginal. Mas, vamos a notícia:

Pirapora!


"Rio Tietê perderá o cheiro ruim até 2015, diz governo

O governo de SP disse ontem que o rio Tietê não terá mais cheiro ruim e poderá ter até peixes em 2015 em toda a região metropolitana, em razão do trabalho de despoluição que está sendo feito.
O Projeto Tietê, iniciado em 1992, está na terceira fase e consiste em ampliar o tratamento e a coleta de esgoto.
Segundo o governo, ao final dessa etapa, haverá "alguma vida aquática" entre Suzano e Pirapora do Bom Jesus, no trecho que corta a capital e onde não há oxigênio.
De acordo com Dilma Pena, presidente da Sabesp, estatal que gerencia o projeto, será possível ver no Tietê "peixes mais resistentes".
Malu Ribeiro, coordenadora da Rede de Águas da Fundação SOS Mata Atlântica, discorda.
Para ela, o único peixe que pode sobreviver no trecho do Tietê na capital é o caborja, espécie que não depende do oxigênio da água para viver --ele põe a cabeça fora do rio para respirar.
Outros tipos de peixe que chegarem a essa parte do Tietê inevitavelmente morrerão, afirma a ambientalista. A SOS Mata Atlântica é uma das idealizadoras do Projeto Tietê.
Para tirar o mau cheiro do Tietê, o governo de SP quer ampliar o nível de oxigênio do rio, combatendo o despejo de lixo e sujeira.
 
 
Em 2015, o índice de coleta de esgoto na Grande São Paulo deverá subir dos atuais 84% para 87% e o de tratamento, de 70% para 84%, segundo a Sabesp, que atua em 32 das 38 cidades da região.
Até 2020, o Estado planeja levar a 100% o tratamento e a coleta de esgoto nestes municípios.
O cronograma original era concluir a universalização até 2018. Segundo a Sabesp, o prazo foi estendido para 2020 pela necessidade de contrair financiamentos e firmar contratos com órgãos internacionais.
A universalização está prevista na quarta fase do projeto Tietê, depois de 2015.
Ontem, o governador Geraldo Alckmin (PSDB) disse que, ao concluir o atual mandato, em 2014, deixará contratos de financiamento encaminhados para permitir a execução nos anos seguintes.
A terceira fase do Projeto Tietê custou US$ 1,8 bilhão, diz. (RICARDO GALLO – G1)"

 



 
O Tietê na capital e em Santana do Parnaíba onde seu leito se enche de espuma de dejetos industriais. Uma cidade simpática de povo hospitaleiro, mas o cheiro do rio....!
 
Sabe aquela máxima : que pena que a Tv ainda não tem cheiro?, pois eu posso lhes garantir, sorte que as fotos ainda não cheiro, o odor do rio Tietê, o mais poluido do país, não é mole não!
 
 
Como eu ia dizendo: Chamam de peixes esses monstrengos? Me engana que eu gosto!


O HERÓICO RIO TIETÊ




O Rio Tietê é um rio brasileiro do estado de São Paulo. É conhecido nacionalmente por atravessar, em seus 1 010 km, praticamente todo estado de São Paulo de leste a oeste, marcando a geografia urbana da maior cidade do país, a capital paulista.
 O Tietê nasce em Salesópolis na serra do Mar,  a 1.120 metros de altitude. Apesar de estar a apenas 22 quilômetros do litoral, as escarpas da serra do Mar obrigam-no a caminhar em sentido inverso, rumo ao interior, atravessando o estado de São Paulo de sudeste a noroeste até desaguar no lago formado pela barragem de Jupiá, no rio Paraná, entre os municípios de Itapura (São Paulo) e Três Lagoas (Mato Grosso do Sul), cerca de cinquenta quilômetros a jusante da cidade de Pereira Barreto.
O nome "Tietê" foi registrado pela primeira vez em um mapa no ano de 1748 no mapa D'Anvile. O hidrônimo é de origem tupi e significa "água verdadeira", com a da junção dos termos ti ("água") e eté ("verdadeiro").
As nascentes ficam no Parque Nascentes do Rio Tietê, que se situa no município de Salesópolis. São cerca de 134 hectares, dos quais 9,6 já estão sob controle ambiental, protegendo as diversas nascentes que irão formar o mais importante rio do estado de São Paulo.

Localiza-se no bairro da Pedra Rajada, a dezessete quilômetros do centro de Salesópolis, junto a divisa com o município de Paraibuna. O acesso se dá pela SP-88 (Estrada das Pitas), onde se acessa uma estrada vicinal de seis quilômetros em terra batida que leva à nascente.
Inicialmente nas mãos de particulares, teve sua flora original destruída. Tombado pelo estado, sua área foi recuperada, apresentando, agora, floresta secundária. As nascentes surgem entre rochas que ladeiam um minúsculo lago. A água brota em três diferentes pontos e o lago é povoado por pequenos peixes, os guarus.
Logo a poucos metros de sua nascente, um vertedouro permite medir o volume de água gerado pelo lençol freático. Destaca-se o elevado fluxo de água produzido pela nascente. Um mural no local fornece alguns dados da nascente do rio Tietê. Na data indicada, verifica-se que as nascentes produziram mais de três metros cúbicos de água por hora. Ao longo do seu trecho inicial, o Rio Tietê recebe a contribuição de vários lençóis freáticos, tornando-se um córrego de elevado volume de água no pequeno trajeto que percorreu.
Ainda dentro do município de Salesópolis, existe uma das primeiras hidrelétricas construídas no Brasil, que é a atual Usina Parque de Salesópolis. Construída em 1912 pela antiga Light, gerava energia a partir de uma queda de 72 metros de altura do Rio Tietê. O parque está aberto para visitação pública, sendo que há um museu junto à usina. Em março de 2008, foi retomada a produção de energia elétrica. Destacam-se os maquinários antigos lá instalados. (Wikipédia)
 

quarta-feira, setembro 19

* Doces Bárbaros




Fé Cega, Faca Amolada
 
Agora não pergunto mais pra onde vai a estrada
 Agora não espero mais aquela madrugada
 Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser faca
 amolada
 O brilho cego de paixão e fé, faca amolada
 Deixar a sua luz brilhar e ser muito tranquilo
 Deixar o seu amor crescer e ser muito tranquilo
 Brilhar, brilhar, acontecer, brilhar faca amolada
 Irmão, irmã, irmã, irmão de fé faca amolada
 Plantar o trigo e refazer o pão de cada dia
 Beber o vinho e renascer na luz de todo dia
 A fé, a fé, paixão e fé, a fé, faca amolada
 O chão, o chão, o sal da terra, o chão, faca amolada
 Deixar a sua luz brilhar no pão de todo dia
 Deixar o seu amor crescer na luz de cada dia
 Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser muito
 tranquilo
 O brilho cego de paixão e fé, faca amolada 
Agora não pergunto mais pra onde vai a estrada
 Agora não espero mais aquela madrugada
 Vai ser, vai ser, vai ter de ser, vai ser faca
 amolada


 O brilho cego de paixão e fé, faca amolada.


 
 
Nota da bloqueira insana: Num período que considero um dos mais tristes da MPB, saudades imensas de doces barbaridades.

terça-feira, setembro 18

* É já outro dia!







Eu amo tudo o que foi
 Tudo o que já não é
 A dor que já não me dói
 A antiga e errônea fé
 O ontem que a dor deixou
 O que deixou alegria
 Só porque foi, e voou
 E hoje é já outro dia.
 Fernando Pessoa